Mapa de Atividades

Associação UnoJovens de Ponta Garça

Entidade Associação UnoJovens de Ponta Garça
Designação Escola de tambores
Duração 2 dec 2017 - 19:30:00 até 29 dec 2017 - 21:30:00
Nº de Dia(s) 28
Envolvidos na preparação 100
Abrangidos Pelo Projeto 115
Freguesia Ponta Garça
Concelho Vila Franca do Campo
Ilha São Miguel
Responsável Octávio José Raposo Andrade
Telemóvel 14870550
E-mail octavioandrade82@gmail.com
Descrição da atividade Uma aposta de grande sucesso nos anos anteriores e com um crescimento muito surpreendente quer ao nível da adesão dos participantes quer na recetividade por parte da sociedade. A nossa maior dificuldade é o custo de manutenção dessa atividade, visto a manutenção e substituição dos bombos sair muito caro devido ao preço dos materiais. Iremos continuar com a escola de tambores Tradicionais, essa escola terá várias fases, começará com a fase das inscrições dos participantes depois dará-se a formação como tocar os instrumentos, de seguida terão formação como construir os instrumentos e fazer a sua manutenção mas essa formação será feita durante todo o ano, visto que, é uma formação intensiva e difícil de se assimilar depressa. A última fase será as atuações em várias ocasiões, festas de freguesia, Espirito Santos, festa de solidariedade, etc pretendemos com essas atuações angariar algum cachet para fazer face as despesas dos materiais, pretendemos assim que em breve esta escola de tambores consiga se financiar a si própria através dos cachets, mas para isso precisamos de financiamento para publicitar ao máximo a Escola e para a compra de mais materiais. A formação dos jovens durante o ano será uma formação temática em que terão formação de ritmos tradicionais português mas também de ritmos tradicionais de outros países incutido assim o sentido de cidadania europeia. As formações e os ensaios serão realizadas durante 3 dias por semana ou mais, será uma atividade que irá manter os jovens ocupados durante todo o ano. Essa escola terá também a particularidade em que os jovens participantes irão fazer parte do plano de atividades para o ano de 2017, desde as atuações às coreografias e ritmos a realizar, incutindo neles o espirito organizativo. Toda essa conceção, planeamento, execução e avaliação será realizada pelos jovens e será monitorizada pelos monitores responsáveis por cada grupo. Pretendemos também abranger mais jovens que tem problemas sociais, iremos junto das entidades competentes e das Famílias convencer a deixar os filhos a fazerem parte do grupo fazendo com que assim o grupo de tambores consiga que estes jovens que são por vezes marginalizados consigam ser integrados na sociedade. Iremos também dividir a escola de tambores em três grupos usando o critério da Idade o que vai permitir que consigamos colocar mais jovens na escola de Tambores, só que ao colocarmos mais participantes iremos necessitar de mais instrumentos. Esta é sem duvida uma atividade importantíssima para a associação visto envolver diáriamente, ativamente muitos jovens.